WALTER IHOSHI: Os novos desafios para o Novo Ano e a gratidão por 2018

“Temos boas expectativas sobre o trabalho do novo presidente” (divulgação)
“Temos boas expectativas sobre o trabalho do novo presidente” (divulgação)

Assim como em 2017, 2018 foi marcante para a nossa história. Os fatos e as ações que compuseram o cenário contextual do período geraram marcas na política brasileira fundamentais para a sinalização às lideranças que a governabilidade de administrações públicas devem sempre estar pautadas na democracia. As eleições, ocorridas em outubro passado, nos deixaram um recado incisivo e direto de que os anseios dos brasileiros pela recondução do nosso país ao caminho do desenvolvimento somente pode ser feita através de trabalho sério e respeitoso.
Neste ano, nos preocupamos por demais em manter ativos nossos trabalhos de apoio aos municípios, entidades e grupos que nos confiaram seus votos no pleito eleitoral de 2014, contribuindo para com o desenvolvimento de políticas que propiciem crescimento ao nosso país.
Conquistamos assistências à saúde, educação e infraestrutura de diversos municípios através de emendas parlamentares quais intermediamos junto aos órgãos responsáveis pela liberação dos recursos em Brasília. Essas verbas foram fundamentais para as cidades se reestruturarem melhorando os serviços públicos, propiciando aos seus moradores condições dignas em prol do bem-estar.
Na Câmara, trabalhamos arduamente em consonância com o compromisso de ajudar o Brasil a fortalecer a sua economia, gerar empregos e reduzir os juros dos bancos. Através da nossa relatoria em defesa do PLP 441/17, que trata de uma atualização na Lei do Cadastro Positivo, instituída em 2011, conseguimos a aprovação do texto principal no Plenário da Câmara.
Em nosso texto, construído com ajuda do Banco Central e do Ministério da Fazenda, buscamos a lógica de o Cadastro Positivo promover uma redução na assimetria de informação, separando bons e maus pagadores, proporcionando juros e spreads bancários menores. Em suma, fazer com que o bom pagador, quer seja pessoa física ou jurídica, consiga taxas de juros mais baixas na hora de negociar um empréstimo ou comprar um produto parcelado.
A comunidade japonesa foi uma das grandes pautas de nosso trabalho em 2018. Em virtude dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil, celebramos com os milhares de descendentes a cultura trazida pelos nossos ancestrais em uma grande festa que contou com a presença da princesa Mako de Akishino, neta mais velha do imperador Akihito.
A nossa luta junto a comunidade nipo-brasileira pela obtenção do visto aos descendentes japoneses de quarta geração, os yonseis, foi conquistada ao ter a concessão feita pelo governo do Japão. Apesar dos moldes permitidos pelas autoridades nipônicas serem bastante restritivos, o fato da abertura da ida dos yonseis nipo-brasileiros ao Japão para poder trabalhar e estudar no país já foi um passo importante. Há mais de 25 anos a quarta geração sofre para conseguir adentrar à terra natal de seus ancestrais e lá permanecer. Tal barreira se deu após a reforma da Lei de Controle da Imigração, instituída e promulgada pelo governo japonês em junho de 1990.
Entendemos que a aprovação para o visto de longa permanência aos yonseis assegura não apenas uma possibilidade de crescimento para os descendentes da 4ª geração, mas como permite uma aproximação não só cultural, mas, também afetiva com o país oriental. Estimamos, a partir de agora, que a medida seja aprimorada e benéfica para ambos os lados.
Recentemente, estivemos em Missão Oficial no Japão onde visitamos a comunidade brasileira residente no país para saber sobre suas demandas. No encontro com os dekasseguis, vimos que o grande problema que estão enfrentando refere-se à educação dos filhos. Nosso intuito com essa visita, foi fazer um relatório completo sobre a situação e entregar ao presidente da Câmara dos Deputados e também esperando que esse material sirva de subsídio para os novos parlamentares que assumirão em 2019 para lutar por melhores condições aos nossos migrantes.
Com uma nova forma de governar, tentando quebrar a sistemática de governos anteriores, temos boas expectativas sobre o trabalho do novo presidente a fim de melhorar a economia do Brasil, e consequentemente influenciar positivamente o fomento à criação de emprego e renda à população. Tal política, visa também construir novas e boas relações bilaterais com diversos países, dentre eles, o Japão. São medidas que tornarão o Brasil novamente altivo no cenário mundial, servindo como exemplo de nação soberana.
Para 2019, pensamento positivo para tudo o que virá acontecer. Serão novos contextos para outros desafios que irão exigir a mesma disciplina, a mesma responsabilidade e o mesmo empenho se quisermos alcançar outras muitas conquistas e êxitos. Porque do passado que ficou para trás, cabe a nós aproveitarmos apenas as lições para nos fortalecermos e seguirmos sempre em frente. Rumo ao desenvolvimento.

Walter Ihoshi, deputado federal (PSD/SP)

Comentários
Loading...