YouTuber Déborah Hudz prepara novo canal de moda

A YouTuber Déborah Hudz, que procura patrocinadores para seu novo canal de moda e maquiagem (Aldo Shiguti)
A YouTuber Déborah Hudz, que procura patrocinadores para seu novo canal de moda e maquiagem (Aldo Shiguti)

A YouTuber Déborah Hudz (nome artístico) ainda não se considera uma celebridade, apesar dos seus mais de 600 mil seguidores. Mas confessa que já é reconhecida por alguns fãs. De férias no Brasil com os pais – ela retorna para Hamamatsu, província de Shizuoka (onde nasceu e mora até hoje), neste domingo (17) – ela organizou o primeiro “Encontrinho” com seus fãs durante o 12º Bunka Matsuri – Festival da Cultura Japonesa – realizado nos dias 19 e 20 de maio, na sede do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), no bairro da Liberdade, em São Paulo. “Na verdade, foi a primeira vez que falei em público e no começo fiquei um pouco nervosa, mas depois me acostumei”, conta a nikkei, revelando que tão logo retorne ao Japão deve iniciar seu novo canal em que pretende falar sobre o que mais gosta: moda e maquiagem.
Com jeito tímido, Déborah começou sua carreira de YouTuber com apenas 14 anos de idade, em 2014, uma época que o YouTube não era tão popular como hoje.

Banana – Em 2015, já com 4 mil inscritos, teve que parar o canal para fazer intercâmbio na Irlanda, onde ficou um ano. Em seu retorno ao Japão, já em 2016, retomou sua atividade postando um vídeo falando português, inglês e japonês. A fama mesmo veio com o segundo, com “13 coisas que são proibidas na escola japonesa”, hoje com mais de 4 milhõpes de visualizações.
Percebeu que as pessoas gostaram do tema e começou a focar na cultura japonesa. De lá para cá, segundo suas contas, foram mais de 85 vídeos, entre eles, “3 obrigações da escola japonesa”, “Fui expulsa por ser (estrangeira) brasileira”, “Gestos e manias dos japoneses”, “Comidas ‘estranhas’ do Japão” e o divertido “Reagindo à banana pela primeira vez”.
Para Déborah, que tem sua carreira administrada pelos pais – que segundo ela não interferem em suas criações – o mais importante para se dar bem nesse meio é falar sobre o que gosta. E ter muita força de vontade.
Futuramente, pretende criar uma grife própria e cursar uma faculdade de moda. Por enquanto, seus fãs podem se deliciar com suas aventuras em terras brasileiras – no último dia 10 esteve no Domingo na Paulista –, que conheceu pela primeira vez. “Me pediram para mostrar minha reação comendo sushis feitos no Brasil, como os de morango e chocolate”, avisa ela, enquanto prepara seu novo canal com dicas sobre maquiagem.

Comentários
Loading...