SANTOS: Associação Japonesa volta a ser dona do casarão confiscado na Segunda Guerra

(Divulgação)
(Divulgação)

No dia em que a comunidade japonesa celebrou os 110 anos da imigração, uma luta de mais de 70 anos transformou-se em comemoração. A Associação Japonesa de Santos voltou a ser dona do imóvel que abriga sua sede e escola, situado na Rua Paraná, 129, na Vila Mathias. A residência havia sido confiscada durante a Segunda Guerra Mundial.

Cerimônia de devolução do imóvel à Associação Japonesa (Divulgação)
Cerimônia de devolução do imóvel à Associação Japonesa (Divulgação)

Nesta segunda-feira (18), foi realizada cerimônia para assinatura de documento da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), transferindo a posse do imóvel. O projeto de lei prevendo a devolução é de 1994, do deputado Koyu Iha, e foi retomado pelo deputado federal João Paulo Papa.
O prefeito Paulo Alexandre Barbosa declarou que a devolução do imóvel tem grande simbolismo e é um novo capítulo na rica história da presença do povo japonês no Brasil. “Um ato de justiça e que reconhece a importância da comunidade japonesa para o País e o dia a dia da nossa cidade”.
Em sua página no Facebook, João Paulo Papa escreveu: “Depois de mais de 70 anos de lutas, a sede da Associação Japonesa de Santos, e tudo o que ela representa, volta às mãos de seus legítimos donos. O ato de reparação histórica não poderia ter acontecido em data mais especial: 18 de junho, dia em que se comemora os 110 anos da imigração japonesa no Brasil. Como parlamentar, tive a honra de participar diretamente desse processo, que tramitava desde 1994 no Congresso, levado pelo ex-deputado federal Koyu Iha. Acolhendo ao legítimo anseio da comunidade japonesa, trabalhei durante os últimos anos na aprovação do projeto na Câmara dos Deputados, com o apoio do Consulado e da Embaixada do Japão. O contrato assinado hoje cumpre portanto o que determina a Lei 13.368, de 5 de dezembro de 2016, que prevê a doação definitiva, à comunidade japonesa, do prédio que abriga a sede da associação e que havia sido incorporado ao patrimônio da União em 1946”.

Comentários
Loading...