Parece simples, mas não é bem assim!

O tempo colabora, os peixes se mostram na superfície de um lado para o outro, porém fisgá-los não vai ser tão fácil como parece.

(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)

Aproveitamos o final de semana, depois de dias não tão quentes, com direito a chuvas e trovoadas principalmente a tarde (condizentes com a primavera), para aproveitar o sol e esticar as linhas no lago.
Embora na capital paulista, seus arredores e cidades vizinhas, a temperatura esteja alta, Embu das Artes com o que restou da mata atlântica, nas chácaras espalhadas na região, apresenta temperatura mais baixa. Obvio que acompanhando a estação vigente, o sol demora a se firmar e normalmente no período da tarde, cai um pouco de chuva, não tanto como na grande São Paulo.

(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)

 

 

 

 

 

 

 

Já na beira do lago a situação que encontramos é extremamente animadora, com temperatura agradável, água não está fria demais e os peixes passeando próximo da superfície. Montamos as varas, o Daniel de bait com carretilha, iniciando com iscas artificiais (pequenos sticks), a Sirlei com bait e molinete usando inicialmente miçangas. Eu, como de costume, de fly com imitação de ração em pelo de coelho, isca que se mostrou a eficiente do dia, inclusive nas suas variadas versões de Eva ou cortiça.
Alguns ataques perdidos e engatamos os primeiros peixes do dia, tilápias com peso médio de 3kg que são os encontrados no lago. Garantia de minutos de adrenalina e tensão para o pescador, pois se bobear, tem grandes chances de perder a foto do troféu.
Observamos os patos e gansos com seus filhotes em volta do lago, que insistem em ir atrás da ração flutuante lançada para atrair os peixes para superfície, tentando decifrar por que às vezes sossegam e se acomodam em terra firme – talvez premeditando chuva a cair a qualquer momento?
Outras fisgadas perdidas, mais alguns peixes fisgados, fotografados e devolvidos, e a chuva parece ser a bola da vez. Nuvens escuras e carregadas se posicionam e não temos outra alternativa a não ser receber a água que cai do céu. O prenuncio foi demorado, mas a chuva foi leve. Pouco depois já estamos quase que completamente secos, arremessando em direção aos rebojos que se apresentam na superfície.
Ressalvamos que não teve raios e trovões, pois se isto acontecesse era recolher e sair para proteção dentro da casa, pois no local tem muitas arvores, e com varas apontadas para cima seria como estarmos com para-raios nas mãos (situação extremamente perigosa).

(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)

A ação do vento espalha folhas em locais específicos na água, as vezes concentrando em um determinado lugar, outras vezes no centro. Memorizamos a cena na memória, identificando se ocorrem mais ou menos ataques dos peixes às iscas. Podemos até assinalar que determinada situação faz prevalecer esta ou aquela espécie nos rebojos. E tentamos encontrar o chamariz mais adequado para o momento.
As informações são necessárias pois no lago temos a predominância de tilápias e piraputangas, também habitam espécies nativas (traíras, carás e pequenos peixes da região), dourados e pintados, estes ultimos ainda escondidos e protegidos na vegetação pelo seu porte juvenil.
Para as tilápias – a menos que a linha se afrouxe e rale nos seus espinhos – é pequena a possibilidade de te-la cortada mesmo com a boa média de peso do local. Agora se a situação incidir em mais ataques das piraputangas ou dourados, a coisa muda de figura, pois no primeiro salto este pode romper facilmente a linha, frustrando o pescador.

(Daniel Eduardo Guss)
(Daniel Eduardo Guss)

Reforçar o tippet colocando um pequenino cabresto de arame, resultou em desprezo por parte dos peixes, que desconfiados, identificaram o aparato e não atacaram a isca. A mente trabalha para rapidamente tentar encontrar uma solução, para ao mesmo tempo aumentar o volume de ataques e proteger um pouco dos dentes das citadas.
Iscas com anzóis mais robustos também são indicadas, mas quem já esteve na linha de frente sabe como é difícil baixar a adrenalina (ver os peixes passarem pelas iscas sem atacar) e raciocinar corretamente para focar numa rápida solução.
É olhar a caixa de iscas e testar para avaliar os resultados. Assim, depois de algum tempo o cabresto é descartado pois não surtiu o efeito desejado, ou melhor, percebemos os peixes literalmente ignorar a isca (mesmo sendo a que teve mais ataques antes de adicionar o arame).
Aumentamos o diâmetro do tippet para 0,30mm, o que eventualmente vai diminuir as chances de captura das tilápias mas poderá suportar a dentição das outras espécies. Lembrando que depois de fisgado, não se deve deixar a linha com folga, pois o peixe poderá num salto, soltar o anzol da boca, pelo fato de usarmos com a farpa amassada. Isto facilita muito na hora de liberar o peixe e no caso, de acidentalmente fincar no corpo de alguém.
Os rebojos na água se sucedem, o lançamento é correto e a fisgada é certeira. A vara verga e sentimos o peso do peixe na linha, mas em instantes a linha se rompe, e só fica a cara de espanto e tristeza por não ter conseguido ludibriar o oponente na outra ponta da linha.
Estamos, felizes com as tilápias capturadas e liberadas, mas levamos a frustação de não ter conseguido fotografar a piraputanga ou o dourado, no meio de todo o alvoroço do dia.
Fica para próxima!
Ótimas pescarias!!!

Apoio:

Caiaque Lontras www.caiaquelontras.com.br

Guss Produções www.youtube.com/user/dguss1975

Maré Iscas www.mareiscas.com.br

Moro e Deconto www.morodeconto.com.br

Mustad www.mustad.com.br

Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br


Manutenção de varas, molinetes e carretilhas

A tralha de pesca para o pescador é questão de honra, para manter sempre em ordem é inevitável revisar e proceder a manutenção. Se
precisar trocar um passador da vara, consertar seu molinete
ou carretilha, fale com o Masaru nos fones (11)3209 7378 ou whatsapp(11)95338 1475, e se necessário for, para revisão geral, ele conta com máquinas e equipamentos para fabricar e substituir qualquer peça danificada. Rua Galvão Bueno, 395 – Liberdade – São Paulo/SP


Lançamento Camarão articulado – Maré Iscas

 

 

 

 

Lançamento camarão NINJA!!! Com as pernas emborrachadas em LARANJA FLUORESCENTE, atraindo ainda mais a atenção do predador! Disponível em 13 opções de cores. Em breve nas lojas parceiras. E tem o tradicional camarão mega ovado articulado com as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e imitando muitas ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 29 cores diferentes e 3 tamanhos. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare


Psicultura Chang

Você que gosta de aeromodelismo, aquarismo, pesca, e precisa de acessórios ou artigos para incrementar o seu hobby, visite o site www.pisciculturachang.com.br. O local indicado para encontrar o que precisa. Iscas, acessórios e tralha para sua pescaria. Bombas, plantas, ração e tudo o mais para o seu aquário. Em breve, tudo para aeromodelismo. Para você que é lojista, condições especiais. Qualidade, confiança e preço. Informações no fone (11) 3375 7265 email: contato@pisciculturachang.com.br


Site Moro Deconto

Perfeito para deixar suas pescarias ainda mais proveitosas! Além de toda linha das consagradas iscas artificiais, você terá à disposição também componentes como: argolas, grubs, hélices, olhos, pitões e garatéias. Tudo dividido por estilo ou peixe. Iscas para peixes de água doce ou salgada, com garantia da marca, no site www.morodeconto.com.br Visite o site, pesquise e compre! www.morodeconto.com.br – email: contato@morodeconto.com.br ou fone (41)3244 5353


Caiaque Barracuda da Lontras

Para quem está se aventurando nos esportes náuticos e aprecia o contato direto com a natureza. Especificações: caixa estanque com tampa, 2 suportes de varas, suporte de remo, porta copo, porta objetos com tampa estanque, passadores de nylon, alças de transporte, fitas de bagageiro, válvula de escoamento tipo tampão, remo duplo e encosto reclinável de encaixe rápido. Comprimento: 3,40 m; largura: 0,75 m; peso: 24 kg e capacidade: 145 kg. Informações e contato: www.caiaquelontras.com.br ou fones:(11)2033 7206 – 2484 4387 e WhatsApp:(11)99165-7993


Guss Produções

Empresa especializada em gravar e editar audiovisuais dos mais variados ramos: pesca esportiva, institucionais para empresas, eventos, shows musicais etc. Produz conteúdo e em suas filmagens, trabalha com drones. Perfeito para montar o seu Portfolio Digital de Produtos. Seu vídeo editado e finalizado com qualidade, por profissionais qualificados. Divulgue a sua marca!
Mais informações www.youtube.com/user/dguss1975 Contato no email daniel@gussproducoes.com.br e www.facebook.com/gussproducoes – fone 11-3681-4848 Rua Paulo Emydio Pereira, 94 – Bela Vista – Osasco – SP.

Comentários
Loading...