PARANÁ=Para Nishimori, jovens que participaram da recepção à princesa Mako no PR comandarão os festejos dos 120 anos da imigração

 

“Podemos dizer que ficamos 101% satisfeitos. Alcançamos plenamente nosso objetivo e temos certeza que novos líderes surgirão”. A afirmação, feita pelo deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR) no último dia 14 durante visita à redação do Jornal Nippak, refere-se à celebração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Paraná, que teve como ponto alto a visita da princesa Mako, além da realização da Expo Imin 110 em Maringá.

“Em nome da Comissão dos Festejos no Paraná, agradeço a todos que colaboraram e acreditaram no nosso projeto”, prosseguiu Nishimori, acrescentando que os objetivos foram, “primeiro, agradecer a nação brasileira porterem acolhido os imigrantes japoneses; segundo, reverenciar e homenagear nossos pioneiros que tanto fizeram pelo Brasil, e, terceiro, transmitir às novas gerações valores deixados como legado pelos ancestrais, em especial a educação e a cultura”.

 

Jovens – “Conseguimos envolver a participação de mais de 150 jovens na Comissão”, destaca o parlamentar. “Tenho certeza que muitos dos que nos ajudaram nos 110 anos estarão à frente nas comemorações dos 120 anos”, observa ele, lembrando que foram muitos os desafios.

“Não foi fácil encher a arena montada no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro em plena sexta-feira à tarde. E felizmente conseguimos”, disse, acrescentando que a própria exposição em comemoração aos 110 anos – a Expo Imin 110 – teve que partir do zero.

“Isso só foi possível graças ao apoio de várias empresas japonesas e nacionais que entraram como parceiros porque acreditaram na ideia. Tivemos o campeonato de e-Sports, concurso de cosplay, a presença da cantora Ayu Brazil e workshop com o chef Takaaki. Além disso, tivemos também o apoio da Abrac [Associação Brasileira de Canção] que realizou o 33º Brasileirão no mesmo local, levando mais de 800 cantores. Para nós, foi algo inédito, melhor até do que o Centenário”, comemorou Nishimori, que só lamentou o fato de a agenda da princesa Mako não ter contemplado uma passagem por Curitiba – no Paraná, Sua Alteza Imperial esteve em Londrina e em Rolândia, além de Maringá.

“Posso afirmar que esta celebração dos 110 anos uniu ainda mais o Paraná, que saiu fortalecido”, destacou Nishimori.

(Aldo Shiguti)

Comentários
Loading...