Não reeleição de nikkeis será sentida, avaliam participantes

Hatiro Shimomoto à frente dos políticos nikkeis: “Ideia é organizar outros encontros” (divulgação)
Hatiro Shimomoto à frente dos políticos nikkeis: “Ideia é organizar outros encontros” (divulgação)

Preocupado com o desempenho pífio dos parlamentares nikkeis nas últimas eleições – que acabou refletindo em uma diminuição de representantes na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e na Câmara dos Deputados – o “sempre deputado” Hatiro Shimomoto organizou, no dia 3 deste mês, o 1 º Encontro de Parlamentares Nikkeis. Realizado em uma churrascaria paulistana, esta primeira edição do encontro contou com a participação dos deputados federais Keiko Ota (PSB-SP), Walter Ihoshi (PSD-SP) e Junji Abe (MDB-SP); dos vereadores paulistanos Aurélio Nomura (PSDB) e Masataka Ota (PSB) e do ex-prefeito de Andradina, Jamil Ono (PATRI).
Idealizador e coordenador do evento, Hatiro Shimomoto, que contabiliza 50 anos dedicados à carreira política – 30 dos quais como deputado estadual (de 1971 a 1999) – Shimomoto explicou que o Encontro teve como objetivo discutir a importância da representação política dos parlamentares nikkeis e fazer uma análise da conjuntura nacional.
Todos os participantes destacaram a importância da comunidade nikkei no contexto nacional “em todos os sentidos” e salientaram o trabalho e participaçção da comunidade nikkei para dar continuidade à missão dos ancestrais imigrantes, cuja história culmina neste ano de 2018 com os 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil.
Segundo o deputado Junji Abe, “as análises dos participantes foram profundas, notadamente sobre as eleições gerais, seus resultados e principalmente a reduzida eleição e reeleição dos parlamentares nikkeis nas contendas federal e estaduais”. De acordo com Abe, “os motivos foram destacados e unanimemente os itens principais foram que, as circunstâncias atuais de profunda crise – econômica, financeira, social, ética e moral – impulsionadas pela total falta de segurança pública, a população manifestou-se abertamente pelo sentimento de mudança.” Fato esse, comenta o parlamentar, que acabou ocasionando “a extrema polarização da campanha eleitoral, cujos resultados foram profundamente desastrosos aos parlamentares nikkeis, salvo raríssimas exceções”.
Os parlamentares foram consensuais nas afirmações que a não eleição ou reeleição dos representantes nikkeis, “com certeza serão sentidas pela entidades representativas e associativas de ordem cultural, esportiva, agrícola e social, e, consequentemente, pela população nikkei”.

(Divulgação)
(Divulgação)

Envolvimento – “Não obstante o resultado eleitoral atípico deste ano, todos os presentes foram unânimes na necessidade de continuar unidos e fortes no trabalho e na missão de desenvolver fortemente todas as energias na convergência das ações em prol da comunidade nipo-brasileira”, explicou Junji, acrescentando que “reforçamos a urgência de estimular as entidades nipo-brasileiras a envolverem mais e melhor os descendentes, principalmente os jovens, com o contexto político”.
“É vital cultivar a cidadania, o espírito participativo e a formação de lideranças a fim de garantir que os trabalhos, tão positivos para a Nação, não desapareçam por falta de representatividade no Legislativo e no Executivo”, disse Junji, afirmando que, por outro lado, “ todos concordaram no sentido que é nossa obrigação continuar os trabalhos visando o fortalecimento e cada vez mais a consolidação das relações bilaterais Brasil-Japão e vice e versa, em todos os campos”.
“Notadamente, neste mundo globalizado de alta complexidade que, necessita acima de tudo, alicerçar-se na amizade que a maior mola propulsora do mundo na busca da paz social”, destacou Junji.
Ao Jornal Nippak, Hatiro Shimomoto disse que “foi uma primeira reunião no sentido de fortalecer a classe política nikkei”. “Trocamos muitas informações, experiências e ideias de como fazer frente a essa nova realidade com o objetivo de continuar atendendo os interesses da comunidade nikkei e, inclusive, orientar as próprias entidades para que apoiem mais os políticos nikkeis”, disse Shimomoto, antecipando que a ideia é continuar realizando esses encontros, “inclusive com os políticos que foram eleitos”.

Comentários
Loading...