Kumamoto Kenjin do Brasil comemora 60 anos com Kumamon e vice-governador da província

(Nikkey Shimbun)
(Nikkey Shimbun)

A comemoração do 60º aniversário de fundação da Associação Kumamoto Kenjin do Brasil, no último dia 4, contou com a presença de um convidado muito especial. Na verdade, dois. Além de uma comitiva da província Kumamoto, composta, entre outros, pelo vice-governador Taisuke Ono, pelo vice-presidente da Assembleia Legislativa de Kumamoto, Kouji Mori e pelo vice-prefeito da cidade de Kumamoto, Kouji Uematsu, o outro convidado chamou a atenção por sua performance e carisma. Trata-se do mascote da província, batizado de Kumamon, que, de cara, conquistou também o público brasileiro. Criado em 2010 pela Prefeitura de Kumamoto com o objetivo de ajudar na divulgação da abertura da linha do shinkansen (trem bala), no ano seguinte o personagem foi eleito o mascote mais popular entre todos os mascotes das cidades japonesas.
No Brasil, o Kumamon – que em japonês serve para designar os nascidos em Kumamoto e é representado por um urso (kuma = urso) – andou também pelo Centro Brasileiro de Língua Japonesa e pela Japan House São Paulo, onde foi tema de palestra proferida pelo vice-governador de Kumamoto, Taisuke Ono.
Taisuke Ono disse que o governo de Kumamoto está disposto a apoiar empresas interesadas em usar a imagem do mascote e que pretende criar meios legais de proteger o direito de comercialização de sua imagem no exterior.

Comemoração dos 60 anos de fundação da Associação Kumamoto trouxe vice-governador da província (Nikkey Shimbun)

Na Cerimônia Comemorativa, realizada na sede da Associação Kumamoto Kenjin do Brasil, na Vila Mariana (zona Sul de São Paulo), além da delegação japonesa, estiveram presentes também o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi; o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP); o deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB); a presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Harumi Goya e o presidente do Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), Akeo Yogui, ente outros, além do presidente da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), Hirofumi Ikesaki.

Kumamon no Centro de Língua Japonesa

Kumamon na Japan House São Paulo

Comentários
Loading...