Kazuco Miyasaka lança o livro “A soja em nossas vidas” = Com o propósito de melhorar a saúde do brasileiro

“O Brasil é  o maior produtor de soja do mundo, mas o grão quase não é  consumido internamente. Gostaria de ensinar a adicionar a soja que é tão barata e rica em nutrientes na mesa dos brasileiros para aumentar a variedade de pratos e ajudar a incrementar a saúde no Brasil”. Foi assim que Kazuko (nissei, 90 anos), nutricionista e esposa do falecido Dr. Shiro Miyasaka, agrônomo conhecido como o “pai da soja no Brasil”, justificou sua obra ao lançar o livro “A soja em nossas vidas” no final do mês passado. Em português, 179 páginas.

Em 2003, a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo) de São Paulo organizou a “Campanha de Popularização da Soja” e Kazuco  ministrou em diversas localidades um curso itinerante de culinária à base de soja. Essa foi a deixa para ela lançar o livro de receitas “A Soja na Minha Vida”. No novo livro, o conteúdo passou por uma grande revisão e reúne cerca de cem receitas.

A obra está repleta de receitas que são de abrir o apetite. A soja é incorporada nos pratos de forma inteligente, não só na culinária japonesa, como também na culinária brasileira, incluindo sobremesas e até bebidas. O livro é uma reunião de sabedorias que Kazuco colecionou por meio da pesquisa apaixonada e do grande aprendizado que teve com a mãe e os conhecidos.

Kazuco destaca: “Muitos acham que os pratos com soja sejam trabalhosos de fazer, mas, na verdade,  se aproveitar os grãos pré-cozidos a vapor, são fáceis de preparar. Utilizando soja em substituição à carne, dá para suprir a proteína reduzindo a ingestão de colesterol”. E acrescenta, com esperança: “Há muitas pessoas desnutridas no Nordeste. Desejo que elas aumentem a variedade na mesa e tenham uma vida mais saudável tanto física quanto mentalmente”.

O livro custa 60 reais e a tiragem foi de 500 exemplares.O livro também se encontra à venda na redação do jornal Nikkey Shimbun.

Kazuco Miyasaka
Kazuco Miyasaka

□ Coluna “Omimi Komimi”

 

” A soja em nossas vidas” também traz episódios de como a autora, que nasceu prematuramente, conseguiu crescer saudavelmente graças ao leite de soja e o que fez ela se apaixonar por estes grãos. Além de nos revelar o segredo de como conheceu seu ex-marido, Shiro, que por ter criado as bases para o desenvolvimento do Cerrado, região responsável pelo grande salto na produção de soja no Brasil, ficou conhecido como o “pai da soja no Brasil”. Kazuco tem 90 anos de idade e diz ter escrito o livro em apenas dois meses. Talvez o segredo de seu cérebro aguçado esteja na saúde proporcionada pela soja!

Comentários
Loading...