JARGE NAGAO: LAR DOCE LAR

Ela passa a roupa.
Ele passa o tempo.

Ela encera,
Ele faz cera.

Ela costura,
Ele pinta e borda.

Ela lava a roupa.
Ele torce pra que fique limpa.

Ela limpa o fogão.
Ele “limpa” a geladeira.

Ela tempera a salada.
Ele cozinha o galo.

Ela tira a poeira.
Ele tira uma soneca.

Ela esvazia a lixeira.
Ele enche a cara.

Ela faz o que pode.
Ele faz o que não pode.

Enfim, sujar é com eles;
Lavar é que são elas.

……………………………………………………………………………..

Haddad ou nada…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Augusto de Campos,
poesia concreta

 

 

 

 

 

 

 

 

Cloaca

 

 

 

 

 

Lixo luxo

 

 

 

 

 

plu/fluvial

Comentários
Loading...