HAICAI BRASILEIRO: Rio minguante – Colheita de café – Pau-de-sebo

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão. 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG. 

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade. 

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa. 

Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br

 

TEMAS DE JUNHO

Rio minguante – Colheita de café – Pau-de-sebo

Após a derriça,
na colheita de café:
Insetos melífluos.
Antonio Cabral Filho
Rio de Janeiro, RJ

Desfile no eito
de chapéus e de peneiras…
Colheita de café
Benedita Azevedo
Magé, RJ

aplausos e gritos
no topo do pau de sebo
um menino magro
Carlos Viegas
Brasília, DF

colheita de café
os galhos fartos arqueados
os balaios cheios
Débora Novaes de Castro
São Paulo, SP

Ah, infância boa…
quantas carroças cheias
da colheita de café
Elisa Campos

São Paulo, SP

entre risos e rojões
todos disputam as prendas
do pau-de-sebo
Elisa Campos
São Paulo, SP

esfolou-se todo
o guri no pau-de-sebo…
primeiro tesouro
Gustavo Terra
S. José dos Campos, SP

A competição
Começou no pau-de-sebo:
– Risos dos guris!
Iraí Verdan
Magé, RJ

Alcança e obtém
a prenda do pau de sebo
um ágil idoso!
Irene M. Fuke
São Paulo, SP

cantigas caipiras –
a colheita de café
segue na lembrança
José Marins
Curitiba, PR

Canoa ancorada –
Família atravessa a pé
o rio minguante.
Mahelen Madureira
S. Bernardo, SP

Nos preparativos
da colheita de café.
A lágrima brota.
Mário A. J. Zamataro
Curitiba, PR

Um prêmio no topo
daquele que chegar lá –
De um pau-de-sebo.
Mário Isao Otsuka
São Paulo, SP

canoa atolada –
imóvel o pescador
e o rio minguante
Regina Alonso
Santos, SP

colheita de café –
nas histórias da mãe
o avô trabalhador
Rose Mendes
Ilhabela, SP

pau-de-sebo –
perto de alcançar a prenda
menino escorrega
Rose Mendes
Ilhabela, SP

calos e feridas
em apertos de mãos –
colheita de café
Seishin
São Paulo, SP

Colheita de café
Com os cestos nas costas
Entoam os colonos.
Yone
São Paulo, SP

 

Temas de agosto (postar até 10 de julho)
Mosca de inverno – Árvore seca – Aquecedor

Temas de setembro (postar até 10 de agosto)
Ciclame – Pardal no ninho – Arar

 

 

Comentários
Loading...