HAICAI BRASILEIRO: Ciclame – Pardal – Arar

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão. 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG. 

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade. 

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa. 

Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br

 

TEMAS DE SETEMBRO
Ciclame – Pardal – Arar

finzinho de tarde
quero-queros sobrevoam
o campo arado
Alvaro Posselt
Curitiba, PR

Depois do voo
as borboletas repousam?
Vaso de ciclame
Alvaro Posselt
Curitiba, PR

A semana inteira
Insiste a chuvinha fina –
e o pardal no ninho!
Benedita Azevedo
Magé, RJ

Um piar agitado
por debaixo do beiral –
Pardal no ninho.
Carlos Martins
São Paulo, SP

ventania e chuva
o pio do pardal no ninho
não se ouve mais
Carlos Viegas
Brasília, DF

o dia amanhece
bem mais cedo na fazenda
tempo de arar
Carlos Viegas
Brasília, DF

Ah, arar a terra…
e ver em trilhas verdejar
sonha o cultor
Elisa Campos
São Paulo, SP

Todos os sonhos
repousam nas sementes –
Arar é sonhar.
Fernando A. A. Brito
Vitória da Conquista, BA

Arar – de sol a sol –
filas de sulcos na terra.
Foto amarelada!…
Irene M. Fuke
São Paulo, SP

ninho de pardais
choramingas continuam
por mais um dia
José Marins
Curitiba, PR

é tempo de arar
vai e vem o tratorzinho
pela tarde toda
José Marins
Curitiba, PR

Para arar a terra
fortes tratores agrícolas –
Saudade dos burros.
Mário Isao Otsuka
São Paulo, SP

primeiro clarão –
suam os homens cansados
ao arar a terra
Regina Alonso
Santos, SP

flores de ciclame
tocadas pelo sol
parecem voar
Rose Mendes
Ilhabela, SP

no oitão da casa
o chilreio vesperal
pardal no ninho
Severino José
Goiânia, GO

Caboclo com enxada
Arando o canteiro
Plantio de repolhos.
Yone
São Paulo, SP

Surpresa no asilo –
no beiral do sobradão
um pardal no ninho.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Velhice chegando –
sem mais forças para arar
deixo o mato livre.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de novembro (postar até 10 de outubro)
Tipuana – Borboleta – Festa do peão

Temas de dezembro (postar até 10 de novembro)
Acerola – Mandruvá – Papai Noel

Comentários
Loading...