Comunidade okinawana celebra Dia do Uchinanchu neste domingo com festa organizada pelos jovens

Instituída em 2016, em Okinawa, data foi comemorada pela primeira vez no Brasil no ano passado (Arquivo/Aldo Shiguti)
Instituída em 2016, em Okinawa, data foi comemorada pela primeira vez no Brasil no ano passado (Arquivo/Aldo Shiguti)

Neste domingo, 28, além de exercer seu direito de cidadania, os okinawanos e seus descendentes residentes no Brasil tem outro compromisso inadiável. Trata-se da celebração do Dia Mundial do Uchinanchu, que será comemorado pelo segundo ano consecutivo pela Associação Okinawa Kenjin do Brasil. Esta edição, porém, com pelo menos uma novidade. A festa será totalmente organizada pela ala jovem. Não à toa, à chamada do evento foi agregado o subtítulo “A Festa dos Jovens”.
E quem vai “estrear” no comando desta responsabilidade é o presidente do Urizun – Círculo de Ex-bolsistas de Okinawa –, Alexandre Arashiro. Ele terá ao seu lado, como vice-presidente da Comissão Organizadora, o presidente do Seinenbu da AOKB, Juun Uehara.
Em visita ao Jornal Nippak acompanhado do vice-presidente da AOKB, Paulo Higa, Arashiro lembra que o Dia dos Uchinanchus foi instituído pelo então governador de Okinawa, Takeshi Onaga (falecido este ano), no dia 30 de outubro de 2016, último dia do 6º Festival Mundial Uchinanchu, evento realizado a cada 5 anos na província de Okinawa.

(Aldo Shiguti)
(Aldo Shiguti)

“Mas como dia 30 cai numa terça-feira, decidimos realizar no domingo mais próximo da data”, disse Arashiro, lembrando que, no ano passado, a organização ficou a cargo da professora Shigeko Gushiken e, além das atrações daqui, contou também com a participação especial de um grupo de artistas de Okinawa.
Este ano, em função das comemorações dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, a Diretoria da AOKB decidiu passar o bastão para a nova geração. “São os jovens que futuramente terão que assumir nossos lugares”, explica Paulo Higa.
“Até então, estávamos acostumados apenas a tomar parte dos eventos com eles já em andamento. Esta será a primeira vez que começaremos do zero”, destacou Arashiro, acrescentando que um dos maiores desafios foi “ajuntar a Diretoria”. Outras preocupações, conta, foram definir a programação, os artistas e correr atrás de patrocínio. Para “facilitar”, Arashiro explica que ficou estabelecido a idade máxima de 40 anos para todos os participantes, seja para diretores ou artistas.

Evento reunirá participação de professores como Satoru Saito (Arquivo/Aldo Shiguti)
Evento reunirá participação de professores como Satoru Saito (Arquivo/Aldo Shiguti)

Asa Branca – O resultado poderá ser conferido a partir das 15 horas na sede da AOKB, no bairro da Liberdade. Serão 19 atrações, incluindo danças, artes marciais, música e taiko. As apresentações artísticas devem reunir os professores Satoru Saito, Tiemi Kanno e Juliana Izu. Juliana, aliás, que foi responsável pela belíssima coreografia para a música “Asa Branca” (Luiz Gonzaga) com participação da Academia de Dança Takaryu Hanano Kai e Minyo Hozonkai do Brasil apresentado no último dia 21 na Associação Cultural e Recreativa Okinawa de Londrina por ocasião das comemorações dos 110 anos da Imigração Japonesa – “Kariyushi Londrina”. Para quem perdeu, fica a dica pois ela vai apresentar a performance neste domingo.

Aprendizado – Como “convidado”, destaque para o Seinen de Campo Grande. “O jeitão parece o mesmo, mas a formatação do evento será um pouco diferente do tradicional”,conta Arashiro que antes mesmo do da realização do evento já comemora uma conquista.
“Para nós, foi e está sendo um aprendizado muito valioso. Por mais que a gente já tenha uma bagagem ajudando em eventos organizados pelos senpais, nunca imaginaríamos o trabalho que dá. Desde já minha visão sobre organização e planejamento é totalmente diferente do que tinha há 3 meses e, com certeza, será uma experiência muito rica que todos nós vamos levar para o futuro”, afirma Arashiro.

Comemoração Do Dia Do Uchinanchu – A Festa Dos Jovens
Quando: Dia 28 (Domingo), das 15 às 18h30
Onde: Associação Okinawa Kenjin do Brasil (Rua Dr. Tomás de Lima, 72, Liberdade – Próximo à Estação Liberdade do Metrô)
Ingresso: R$ 15,00
Mais informações pelo telefone: 11/(11) 3106-8823
www.okinawa.org.br

Comentários
Loading...