Canta Comigo e KWC Brasil chegam à reta final com Joe como jurado

Dois concursos envolvendo cantores amadores que tem um artista nikkei como jurado chegam à reta final. O primeiro é o KWC (Karaoke World Championships) Brasil, considerado a maior competição de karaokê do mundo. Organizado pela TK Produções Artísticas, a final brasileira acontece  nesta sexta-feira (feriado da Independência) e sábado (8), na Cantho Club, no Largo do Arouche, em São Paulo, com a participação de 54 cantores, entre eles, sete nikkeis: Paulo Aoki, André Takeda, Carmen Fugita, Yuri Kataoka, Mauricio Nakamura, Carol Naemi e Sergio Tanigawa.

Pela primeira vez a final brasileira do KWC será em dois dias. Os finalistas – um homem e uma mulher – garantem vaga para a grande final mundial que, a exemplo do ano passado, terá como palco a cidade de Helsinki, na Finlândia, onde fica a matriz da KWC.

Desde que começou a participar, a melhor colocação de um brasileiro foi conquistado por Bruna Higashi, que ficou em terceiro lugar entre as mulheres em 2016. Ao lado de Mike Maia (que ficou em 7º entre os homens), ficou em quarto no dueto.

Presidente dos jurados desde a primeira edição, o cantor Joe Hirata conta que a participação dos nikkeis vem aumentando ano a ano, “mas poderia ser bem maior”. “Na minha opinião, os nikkeis que frequentam karaokês têm uma certa vantagem por já estarem acostumados com o palco desde criança. Seria até interessante para o próprio enriquecimento de quem pretende seguir carreira porque o KWC reúne diferentes estilos, desde o pop até músicas clássicas”, conta Joe Hirata, que também faz parte do corpo de jurados do programa Canta Comigo, que vai ao ar todas as quartas-feiras, a partir das 22h30, pela Record, comandado pelo apresentador Gugu Liberato. A grande final, com oito cantores, acontece na próxima quarta-feira, dia 12, e o público de casa escolherá o vencedor ao vivo.

 

Amizades – “O vencedor será apontado pelo público que estará assistindo em casa. Nós, os jurados, faremos uma pré-seleção”, disse Joe, que compõe a ala técnica entre os 100 jurados do programa. Com formato criado pela Endemol Shine Group, o reality show foi apresentado pela primeira no Brasil em julho. De lá para cá, foram seis eliminatórias. “Deu tão certo que uma segunda temporada já está confirmada para o ano que vem”, revela Joe Hirata, afirmando que ficou surpreso com o nível dos cantores. “E deu também para fazer muitas amizades porque entre os jurados, embora todos tenham afinidade com o mundo musical, os gostos e estilos são bastante ecléticos”, diz o cantor, prmeiro estrangeiro a conquistar o prêmio do Nodojiman da NHK.

(Aldo Shiguti)

 

 

Comentários
Loading...