Biblioteca da Fundação Japão terá contação de estórias e apresentação de Eisa, neste sábado

No próximo sábado, 24 de novembro, a Fundação Japão promove mais uma atividade cultural em sua biblioteca.

Haverá contação de uma estória em japonês, uchinaguchi (dialeto de Okinawa) e português, utilizando o livro 『エイサーだいこでちむどんどん』 (Tambores de Eisa, o coração bate emocionado). Após a estória, haverá uma pequena apresentação de Eisa.
O evento, que é aberto ao público e gratuito, faz parte de uma série de atividades culturais que vêm acontecendo desde o dia 10 de novembro, paralelamente à exposição Ryukyu Bingata: Cores e Formas das Artes Têxteis de Okinawa. A programação, com diversas atividades culturais paralelas gratuitas sobre o tema, acontece até o dia 15 de dezembro.

Exposição de quimonos de bingata

Estão expostos quimonos de bingata (sendo um Chinen e um Shiroma); um vestido de noiva ocidental, tingido com padrões bingata; quimonos produzidos por meio da técnica de tecelagem Bashofu, feitos de fibras de Itobasho (Musa liukinensis), uma variedade de bananeira de Okinawa, cujo frescor combina com o clima quente e úmido do arquipélago; quimonos de Ryukyu kasuri, tradicional técnica de tecelagem da cidade de Haebaru; bonecas tecelãs cedidas pela Associação Okinawa Kenjin do Brasil; exemplares de tecidos; além de artefatos do dia a dia, fotografias e outros itens que atestam a importância e o carinho dos okinawanos e seus descendentes no Brasil por seus tecidos.
Vale destacar que os quimonos de bingata e de bashofu foram classificados como patrimônios culturais imateriais pela Unesco, a agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Educação, a Ciência e a Cultura. Esta classificação está relacionada a expressões de vida e tradições que comunidades, grupos e indivíduos em todas as partes do mundo recebem de seus ancestrais e passam seus conhecimentos a seus descendentes.

Atividades Culturais – Programação

Todas as atividades culturais promovidas durante o evento são gratuitas e abertas ao público.

CONTAÇÃO DE ESTÓRIAS, com Aurora Kyoko Nakati Kinto e Celso Akihide Shiroma

Serão contadas duas estórias em japonês, uchinaguchi (dialeto de Okinawa) e português, utilizando dois livros: 『エイサーだいこでちむどんどん』 (Tambores de Eisa, o coração bate emocionado) e『おおづなひきでちむどんどん』 (Grande Cabo de Guerra, o coração bate emocionado).

エイサーだいこでちむどんどん (Tambores de Eisa, o coração bate emocionado)
Data: 24 de novembro (sábado)
Horário: 16h
Classificação: livre
Haverá pequena apresentação de Eisa após a sessão de contação de estória.

おおづなひきでちむどんどん(Grande Cabo de Guerra, o coração bate emocionado)
Data: 1º de dezembro (sábado)
Horário: 14h
Classificação: livre
Haverá breve bate-papo sobre uchinaguchi (dialeto de Okinawa) após a sessão de contação de estória.

BATE-PAPO SOBRE SANSHIN, com Sarita Sayuri Shirado Michels

Aproveitando a ligação entre os tecidos okinawanos e a música, será promovido um bate-papo sobre a fabricação de Sanshin 三線, instrumento de três cordas típico de Okinawa e precursor do Shamisen 三味線. Após o bate-papo, haverá uma apresentação de Sanshin.

Data: 8 de dezembro (sábado)
Horário: das 15h às 16h
Local: Biblioteca da Fundação Japão São Paulo
Classificação: livre

Ministrantes das Oficinas

Sarita Sayuri Shirado Michels
Nascida em Campo Grande, é descendente de imigrantes da Província de Okinawa. A luthier estudou durante um ano a arte da fabricação de Sanshin em uma cooperativa de fabricantes, em Okinawa. Hoje, trabalha na reforma e fabricação do instrumento.

Aurora Kyoko Nakati Kinto
Recebeu do Governo de Okinawa, em 2016, o título de Embaixadora da Boa Vontade de Okinawa (新ウチナー民間大使).

Celso Akihide Shiroma
Nascido em São Paulo, é descendente de imigrantes da Província de Okinawa. Possui graduação em Ciência Política e Teoria das Relações Internacionais na University of the Ryukyus e colaborou na publicação do Dicionário Okinawano-Português.

Exposição RYUKYU BINGATA – Cores e Formas das Artes Têxteis de Okinawa
Local: Biblioteca da Fundação Japão
Data: até 15 de dezembro (sábado)
Horário: Terça a Sexta, das 10h30 às 19h30 e Sábado, das 9h às 17h.
Classificação: livre
Entrada: gratuita
Endereço: Av. Paulista, 52 – 3º andar
Mais informações: (11) 3141-0110 ou biblioteca@fjsp.org.br

Comentários
Loading...