48º Moti Tsuki Matsuri encerra comemorações dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil

(Arquivo/Jiro Mochizuki)
(Arquivo/Jiro Mochizuki)

Como acontece há 48 anos, a Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade) realiza no dia 31 de dezembro, a partir das 8 horas, na Praça da Liberdade-Japão, o Moti Tsuki Matsuri – Festival do Bolinho da Prosperidade. Em sua 48ª edição, o evento tem como objetivo agradecer aos Deuses todas as dádivas e benefícios recebidos durante 2018, desejando muita saúde, paz e harmonia. “Queremos agradecer também a todos que visitaram o bairro, movimentando o comércio da região”, explica o presidente da Acal, Hirofumi Ikesaki, lembrando que o 48º Moti Tsuki Matsuri encerra as comemorações dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Voluntárias do Rádio Taisso ajudam no preparo do moti: evento encerra calendário no bairro (Jiro Mochizuki)
Voluntárias do Rádio Taisso ajudam no preparo do moti: evento encerra calendário no bairro (Jiro Mochizuki)

Realizado pela primeira vez com a nova denominação da praça, que passou a se chamar Praça da Liberdade-Japão graças ao decreto assinado no dia 18 de julho pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), o festival deve atrair um público estimado em cerca de 50 mil visitantes. “As pessoas começam a formar uma longa fila para receber os saquinhos de motis logo nas primeiras horas do dia”, explica Ikesaki, lembrando que desde o dia 24 de julho, por decreto assinado pelo então governador Márcio França (PSB), a estação Liberdade da Linha 1 – Azul da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) passou a se chamar Estação Japão-Liberdade.
“Trata-se de dois patrimônios da comunidade nipo-brasileira pois os nomes ficarão eternizados”, comemora o empresário, destacando que, na segunda-feira, dia 31, as atividades começam a partir das 8 horas com a distribuição de aproximadamente 20 mil saquinhos contendo dois motis (bolinho da prosperidade), sendo um branco e um vermelho, simbolizando paz e felicidade.

Neste ano, programação contará com apresentação do Jya Odori (Jiro Mochizuki)
Neste ano, programação contará com apresentação do Jya Odori (Jiro Mochizuki)

Jya Odori – De acordo com a tradição, o bolinho afasta os males e traz prosperidade para dentro, transformando-os em melhores acontecimentos para o Novo Ano.
O arroz “motigome” na sua origem é simples grão de arroz. Mas cozidos, socados, amassados e unidos, formam uma massa consistente que por mais que alguém queira separá-los, não o conseguirá. Ou seja, “como a nossa vida: unidos formamos uma consistência e com certeza venceremos, o que é consumido no primeiro dia do ano traz vida longa”.
Às 9h30 acontece a abertura oficial com a presença de autoridades e a realização de uma Cerimônia Xintoísta pelo reverendo Kazuo Osaka do Templo Nambei Jingu. Este ano, além da apresentação do grupo de taiko Tenryu Wadaiko, o público que comparecer poderá assistir também a apresentação do Jya Odori, tradicional dança do dragão da província de Nagasaki e realizada nos eventos da comunidade nikkei pela Associação Nagasaki Kenjin do Brasil.

Kadomatsu – Enfeite estará à venda no Moti Tsuki Matsuri (Aldo Shiguti)
Kadomatsu – Enfeite estará à venda no Moti Tsuki Matsuri (Aldo Shiguti)

Kadomatsu – Outra novidade será a venda de kadomatsu (portão de pínheiros). Trata-se de um enfeite que consiste em um arranjo com hastes de bambu, ramos de pinheiro e ramos de ameixeira e que normalmente são colocados em frente às casas ou lojas comerciais para trazer sorte.
Considerada uma das decorações mais apreciadas pelos japoneses, o Kadomatsu é colocado alguns dias após o Natal (por volta do dia 28 de dezembro) e retirados no dia 7 de janeiro, quando são levados para um templo xintoísta para serem queimados em uma cerimônia.
No Moti Tsuki Matsuri, cada enfeite – estarão à venda cerca de 40 medindo 40 centímetros de altura – custará R$ 50,00.
Haverá também uma festa de confraternização aberta a todos nas tendas instaladas na praça, com oferecimento de cerca de 3 mil ozoonis (sopa de moti), um prato imprescindível na celebração do Oshogatsu (Ano Novo japonês).
Da praça, as autoridades e convidados seguirão a pé até a sede da Acal (na Avenida Liberdade, 365), onde participarão de outra cerimônia, com direito ao tradicional ritual do Kagami Wari e Kanpai.

Ikesaki, presidente da Acal, e o cônsul Noguchi na edição de 2017 (Jiro Mochizuki)
Ikesaki, presidente da Acal, e o cônsul Noguchi na edição de 2017 (Jiro Mochizuki)

48º Moti Tsuki Matsuri
Quando: dia 31 de dezembro (segunda-feira), a partir das 8 horas
Onde: Praça da Liberdade-Japão
Quando: Grátis

PROGRAMAÇÃO DO 48º MOTI TSUKI MATSURI – FESTIVAL DO BOLINHO DA PROSPERIDADE
Praça da Liberdade – Japão

8H: Inicio da distribuição de 20 mil saquinhos do bolinho da prosperidade (moti) ao público
9H: Recepção de Autoridades e Convidados
9H30: Abertura Oficial – Apresentação de Taikô (Acal – Taikô/Tenryu Wadaiko) / Jya Odori – Associação Nagasaki Kenjin do Brasil / Cerimônia Religiosa Xintoísta / Discursos
10H: Moti Tsuki – Autoridades – Demonstração de motigome de confecção de bolinhos de arroz
10H30 A 13H: Oferecimento de 3 mil ozoonis (tigelas de sopa com bolinhos da prosperidade ao público em geral)
11H30: Recepção na sede da Acal (Somente autoridades e convidados). Sede da Acal (Av. Da Liberdade, 365)
12H: Execução dos hinos nacionais do Brasil e do Japão / Discursos / agami Wari / Kampai

Comentários
Loading...