40ª Festa do Verde da Kibô-no-Iê confirma expectativa de público

(Aldo Shiguti)
(Aldo Shiguti)

Principal fonte de receita da Sociedade Beneficente Casa da Esperança Kibô-no-Iê, a Festa do Verde – que chegou a sua 40ª edição nos dias 29 e 30 de setembro – confirmou a expectativa de público dos organizadores. Segundo o coordenador Danilo Fujita, nos dois dias compareceram cerca de 15 mil pessoas. De acordo com ele, a arrecadação manteve a média dos anos anteriores, mas poderia ter sido melhor não fosse a chuva torrencial que caiu por volta das 15 horas de domingo. “Ainda tínhamos mais umas duas horas de evento e a chuva realmente fez com que muitas pessoas antecipassem seu retorno para casa”, disse Danilo, explicando, porém, que em virtude da crise que o país atravessa, o balanço foi positivo.

Sergio Tanigawa, Angelaisa e Erick Ryu Murakami com internos da Kibô-no-Iê (Aldo Shiguti)
Sergio Tanigawa, Angelaisa e Erick Ryu Murakami com internos da Kibô-no-Iê (Aldo Shiguti)

“Pelas atuais circunstâncias estávamos até prevendo uma ligeira queda”, revelou o coordenador, que destacou algumas novidades postas em prática este ano, como a Rádio Kibô – uma idealização do diretor Takeshi Teruya – e a ampliação do Espaço Criança, coordenada pela Sandra Fukada. “O Espaço Criança é um setor que acreditamos muito para o futuro”, disse Danilo, lembrando ainda que durante os dois dias a festa mobilizou cerca de 2 mil voluntários e teve como um dos pontos altos a apresentação dos cantores Sergio Tanigawa, Angelaisa e Erick Ryu Murakami com os internos.
“Minha percepção é que a força dos eventos da Kibô está na dedicação de cada diretor responsável por uma das atrações da festa. A sinergia da somatória desse esforço individual tem seu ápice no dia do evento em que as peças se encaixam. Todas as decisões tem como objetivo o melhor atendimento ao público que visita o evento”, disse Danilo ao jornal Nippak, acrescentando que “é essa experiência que ficará registrada nas pessoas e por isso acredito que ano após ano temos aumentado a quantidade de visitantes e voluntários”.

Apresentação do Requios (Aldo Shiguti)
Apresentação do Requios (Aldo Shiguti)

O público também pôde conferir outras atrações como shows com os cantores Joe Hirata, Karen Ito e Ricardo Nakase, e apresentações de taiko com o Ryukyu Koku Matsuri Daiko e Requios Gueinou Doukokai, além de danças típicas e Rádio Taissô.

Mario Nakamura, presidente da Kibô (Aldo Shiguti)
Mario Nakamura, presidente da Kibô (Aldo Shiguti)

Abertura – Realizada no domingo, a cerimônia de abertura contou com a presença do presidente da Kibô, Mario Nakamura; do cônsul Kenji Iwashima e de representantes de diversas entidades, como André Korosue (Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono), Sunao Sato (Assistência Social Dom José Gaspar), Jun Suzaki (Enkyo), Mario Toda (Yassuragui Home), Valter Sassaki (Nippon Country Club), Tério Uehara (Okinawa), Tsutomu Makita (Aflord), além de patrocinadores e políticos como o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB) e o vereador Aurélio Nomura (PSDB). Patrícia Uehara, da Kibotik, representou os voluntários e Kihatiro Kita, ex-presidente da Kibô, discursou em nome das entidades.
Mario Nakamura agredeceu a presença e colaboração de todos que tornam a subsistência dos internos um pouco melhor enquanto o cônsul Iwashima destacou que a Kibô conseguiu superar inúmeras dificuldades desde a sua fundação e hoje ocupa papel de destaque na área social, conquintando respeito de toda a sociedade.

Danilo Fujita e o deputado Walter Ihoshi (Aldo Shiguti)
Danilo Fujita e o deputado Walter Ihoshi (Aldo Shiguti)

Danilo Fujita destacou sua alegria por atuar na coordenação do evento pela primeira vez. “Isso signifca estar ao lado de pessoas que realmente se importam com o próximo”, disse ele, acrescentando que “se não fosse pelos internos hoje não estaríamos aqui reunidos e não teríamos oportunidades de desenvolver esse trabalho”.
Segundo ele, para a realização do evento é necessário que o elo entre patrocinadores, voluntários e colaboradores esteja funcionando. “Se uma peça falhar, não conseguiremos fazer com que a engrenagem funcione”, afirmou.
Acostumado a prestigiar a festa dos todos os anos, o deputado federal Walter Ihoshi destacou o trabalho dos voluntários e de pessoas “que tem simpatia por esta entidade, que faz um trabalho excepcional com seus internos”. “A Kibô-no-Iê está de parabéns por estar cumprindo com louvor este trabalho no terceiro setor”, declarou Ihoshi ao Jornal Nippak.

Comentários
Loading...