27ª Expo Aflord prossegue neste fim de semana em Arujá

Com expectativa de receber cerca de 40 mil visitantes até o final do evento, que teve início nos dias 18 e 19, prossegue neste fim de semana (25 e 26), na sede da Aflord (Associação dos Floricultores da Região da Via Dutra), em Arujá (SP), a 27ª Expo Aflord. Com venda de flores e plantas direto do produtor, comidas típicas, shows e bazaristas, a Expo Aflord apresenta como um dos grandes atrativos para os visitantes o Pavilhão de Exposições, que este ano foi inspirado nos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil.

No primeiro final de semana aberta ao público, a Expo Aflord recebeu mais de 9 mil pessoas. Segundo a organização, além das famílias do Alto Tietê e da capital, estiveram presentes na abertura da Expo Aflord pessoas de diferentes cidades do Estado vindas em excursões.

“O primeiro fim de semana da Aflord foi muito bom e termina com saldo bem positivo para nossos expositores. O tempo ajudou muito e recebemos a visita de diversas famílias e grupos de excursões do Estado. A Expo Aflord é tradicionalmente a primeira feira de flores do ano, antecipando a chegada da primavera e, por isso, muito procurada por quem gosta e cultiva flores”, explica o presidente da Aflord, Tsutomu Makita.

Com o tema “Belezas do Japão”, a decoração do Pavilhão de Exposições deste ano apresenta aos visitantes pontos históricos e importantes do país.

Foram escolhidas oito belezas japonesas – pontos históricos e importantes do país: a província de Okinawa; a maior ponte do mundo (são quase 10 km) Seto Ohashi; o templo Kinkaku-ji (templo do Pavilhão Dourado); a ilha de Hokkaido, que é 2ª maior ilha do Japão e 21ª maior do mundo; a cidade de Hiroshima destruída pela bomba atômica em 1945; o Monte Fuji; Buda; o Distrito de Akirabara, um Centro Cultural Otaku e um Distrito de Compras de vídeo-games, anime, manga e computadores.

Foram necessários mais de 15 mil vasos de flores, de 120 espécies para decorar o espaço. A maior parte das flores usadas na decoração, aproximadamente 60%, são diferentes espécies de orquídeas.

 

Abertura – Como nos anos anteriores, os próprios produtores se encarregaram da decoração, fato, aliás, destacado pelo presidente da Aflord na cerimônia de abertura, realizada no último dia 18, e que contou ainda com as presenças do prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro; do assessor especial do sistema Faesp (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo) e Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Milton Nomura; do cônsul adjunto do Consulado Geral do Japão em São Paulo, Akira Kusonoki; do diretor do departamento de Abastecimento, da Codeagro (representando o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Francisco Jardim), Emilio Bocchino; do presidente da Câmara Municipal de Arujá, Abel Franco Larini; do presidente do Sindicato Rural de São Paulo, Yuichi Ide; do deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP); do deputado estadual Luiz Carlos Gondim e do vice-prefeito de Mogi das Cruzes, Juiano Abe, entre outros.

“Na nossa exposição, são os próprios associados que criam, montam e decoram o Pavilhão de Exposições. Para nós é um diferencial, uma satisfação muito grande pois eles se esforçam muito para que tudo dê certo”, destacou Makita.

Milton Nomura, que representou o presidente do sistema Faesp-Senar, Fábio Salles Meirelles, disse que “muitos gostariam de estar presente nesta festa”. “Não apenas por se tratar de um evento bonito, mas também por ser sinônimo e exemplo mais claro que temos de perseverança, de trabalho sério e de comprometimento”, explicou Nomura, que exaltou o trabalho de produtores rurais e floricultores, que “fazem com que a Expo Aflord se perpetue ao longo do tempo”.

 

Inovação – Já o cônsul adjunto destacou o intercâmbio entre os dois países, possibilitando novas técnicas de cultivo, incluindo na produção de orquídeas. “Neste ano em que comemoramos 110 anos da imigração japonesa, espero que estes intercâmbios continuem se aprofundando e contribuindo para o fortalecimento das relações entre os dois países”.

 

Pilares – Emilio Bocchino explicou que a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, tem procurado manter um trabalho focado em quatro pilares básicos, “que é uma agricultura harmônica com o meio ambiente, uma agricultura que dedique especial atenção ao pequeno agricultor, uma agricultura que torne o Estado de São Paulo foco de novas tecnologias e uma agricultura voltada para a saudabilidade dos alimentos”.

“O secretário reconhece no trabalho que a Aflord vem desenvolvendo ao longo dos anos dois desses pilares, que são o desenvolvimento de novas tecnologias e uma agricultura focada no pequeno agricultor”, explicou Bocchino.

Para o prefeito José Luz Monteiro, “mais do que somente a comemoração, nós temos que agradecer também a imigração japonesa”. “Esta festa ocorre pela capacidade de organização, pela determinação e pela seriedade de um povo que atravessou o oceano, que enfrentou dificuldades e as superou para que hoje pudéssemos ter o prazer de estar aqui vendo todo o esplendor que a natureza nos oferece”, observou Monteiro, acrescentando que “sinto orgulho de ter crescido em uma cidade onde o povo japonês tem uma participação extremamente importante para o desenvolvimento da região”.

Ao Jornal Nippak, Juliano Abe disse que, “a cada ano fico mais surpreso com a Expo Aflord”. “Certamente é um evento que encanta e emociona muita gente de todo o Brasil que vem conferir o que a festa traz d emelhor, principalmente no que tange a produção de flores”, destacou.

Já o deputado federal Walter Ihoshi ressaltou que a Expo Aflord é uma festa já consagrada e vem sendo mantida, “graças aos esforços e empenho dos agricultores, principalmente os descendentes de japoneses, que buscam cada vez mais a inovação através da biotecnologia e da ciência aplicada às plantas. O resultado é essa belíssima festa, com uma enormidade de plantas e flores e que também cultiva a tadição japonesa nesses 110 anos da imighração japonesa no Brasil”, finalizou Ihoshi.

 

Concurso – Durante a cerimônia, foram anunciados os vencedores do concurso  tradicional concurso de flores, que escolhe a Melhor Orquídea, Melhor Flor de Corte, Melhor Folhagem e Melhor Flor em Vaso. Este ano, o prêmio de Melhor Flor de Corte foi o crisântemo da Flora Oguino. O vencedor da categoria Melhor Folhagem foi para a flord e jade da Flora Yamaguti e a Melhor Flor em Vaso foi para a hortênsia vermelha da Flora Amabili, de Tsutomu Makita. Já a Melhor Orquidea (bealara pluto’s drummer pacific pink) foi para a Flora Flor.

(Aldo Shiguti)

 

27ª EXPO AFLORD

Quando: Dias 25 e 26 de agosto e 01 e 02 de setembro (sábados e domingos), das 8h30 às 18 horas

Endereço: Avenida PL do Brasil, km 4,5, Fazenda Velha, em Arujá

Ingressos: R$ 28 (inteira); R$ 22 (antecipada inteira); R$ 14 (meia); R$ 11 (antecipada meia)

Estacionamento: R$ 19

*Meia-entrada: pessoas acima de 60 anos e estudantes com carteirinha escolar;

**Crianças até 8 anos, acompanhadas de adulto pagante, não pagam ingresso

Mais informações no site www.aflord.com.br ou pelo telefone (11) 4655-4227

Comentários
Loading...